Upskilling - o que é e porque é importante?

Preparar os seus colaboradores para um futuro cada vez mais digital é um imperativo que não pode ignorar. A velocidade e o alcance das últimas inovações tecnológicas assim o exige e, embora vários empresários reconheçam esta necessidade, muitos assumem não estar preparados.

Um estudo da PwC em 2020 indicava que 74% dos CEOs estavam preocupados com a disponibilidade de competências-chave no mercado de trabalho. O acelerar da transição digital despoletado pela pandemia de Covid-19 apenas veio agravar a situação.

 

Upskilling ou requalificação 

Upskilling ou requalificação é o processo que permite aos seus colaboradores adquirir novas habilidades digitais e melhorar sua produtividade. Isso inclui aprender a usar novos softwares, redes sociais ou outras ferramentas digitais, mas também competências em inteligência emocional, gestão de mudança e empreendedorismo.

Porque é importante?

A importância da requalificação não é uma novidade, mas são várias as razões que justificam a sua maior relevância nos dias que correm:

  • Requalificar ou perecer

Requalificar é essencial para que a sua empresa se mantenha relevante.

Em 2020, o Fórum Económico Mundial avisou, no seu relatório Futuro do Trabalho, que o aumento da automação e a pandemia de Covid-19 poderia resultar na extinção de 85 milhões de postos de trabalho até 2025.

Contudo, nesse mesmo período, serão também criados 97 milhões de novos. Requalificar e formar colaboradores é, portanto, essencial, de forma a poder realocar recursos humanos e mitigar a lacuna de competências.

Atrair e reter talentos é cada vez mais difícil, por isso deve investir em formar equipas para o futuro.

  • É bom para o negócio

Empresas que investem na requalificação dos seus colaboradores contribuem para que estes façam um melhor trabalho. CEOs de empresas com programas de requalificação mais avançados confirmam melhorias na produtividade dos seus colaboradores, mais inovação, motivação, bem como maior capacidade para atrair e reter talento

  • Os colaboradores querem ganhar mais competências

Os trabalhadores sentem-se otimistas e confiantes em relação ao futuro, mas também receosos. Desejam obter mais competências digitais, ter mais flexibilidade e um trabalho mais inclusivo. 77% estão prontos para aprender ou a serem completamente retreinados para novas funções.

  • Requalificar permite atrair talento

Ao investir no talento dos seus colaboradores e valorizar a aprendizagem ao longo da vida, tende a atrair pessoas dedicadas, focadas no seu desenvolvimento pessoal e em alcançar a excelência, algo que também se reflete nos resultados da sua empresa.

 

Implementar um programa de requalificação na sua empresa

Implementar um programa de requalificação para as áreas digitais na sua empresa pode parecer uma tarefa complexa, mas com um planeamento cuidadoso pode ser feito com sucesso. Aqui estão algumas dicas para começar:

 1. Faça um levantamento das competências dos seus colaboradores

Mapeie as competências e habilidades existentes na sua organização. Esta informação vai-lhe permitir definir a linha de base sobre a qual medir o progresso. Para tal, poderá solicitar aos seus colaboradores que preencham um questionário e no final poderá analisar a informação recolhida.

 2. Determine quais as competências-chave para os próximos 5 anos

Antecipe eventuais mudanças na sua indústria, modelo de negócio e objetivos e identifique as competências e habilidades que melhor se alinham. Pretende lançar um novo produto, expandir para um novo mercado ou acredita que algumas funções se irão tornar obsoletas e necessitará de perfis diferenciados? Tenha tudo isso em conta.

 3. Envolva os seus colaboradores

Peça aos seus colaboradores que proponham competências a desenvolver, comunique os benefícios da formação e disponibilize tempo e materiais adequados.

 4. Estabeleça os objetivos de aprendizagem

Defina um plano de formação e objetivos específicos para cada colaborador individualmente e aproveite da melhor forma o seu potencial. Permita também que o colaborador tenha um papel central, autonomia e um sentido de liderança face ao seu percurso de aprendizagem, para garantir maior motivação e responsabilidade ao longo do programa. 

 5. Defina o formato de aprendizagem mais adequado

O formato de aprendizagem depende das suas necessidades específicas, objetivos de aprendizagem e recursos. Pretende um programa de aprendizagem para uma competência específica ou sobre um tema completo? Qual a disponibilidade horário e o orçamento disponível? Deverá ser presencial ou remota?

 6. Desenhe o programa de aprendizagem ou colabore com uma entidade formadora externa

Se a formação se destinar a um grande número de pessoas e se realizar de forma permanente, talvez faça sentido criar um departamento de formação dentro da própria empresa. Por outro lado, se pretende maior flexibilidade, rapidez e acesso a especialistas de cada área e a formadores especializados, optar por uma entidade formadora externa é a melhor melhor opção. 

 7. Monitorize o progresso

O progresso deve ser avaliado desde o início do programa de requalificação considerando os objetivos traçados e as novas competências adquiridas. A informação sobre o progresso deve ser partilhada de forma regular com os seus colaboradores, bem como as histórias de sucesso, de forma a gerar maior motivação.

 8. Atribua a colaboradores requalificados novas oportunidades

Depois de melhorarem ou adquirirem novas competências, os seus colaboradores deverão ter a oportunidade de pôr em prática essas mesmas competências e evoluir para outras funções ou obter novas responsabilidades.

Gostaria de requalificar a sua equipa, mas necessita de apoio? 

Contacte-nos e saiba como podemos ajudá-lo!

Requalifique a sua equipa com as nossas formações